A JAMARCOL, empresa constituída no ano de 1977 iniciou a sua actividade fabril em 1978 com apenas cinco trabalhadores, os sócios fundadores.

Nessa altura produzia apenas sistemas de escape para o mercado nacional, contando no fim de 1978 com 16 trabalhadores.

Desde então, tem sido adoptada uma estratégia de crescimento baseada no acompanhamento das tendências de mercado, numa forte aposta na exportação e na conquista de estatuto de fornecedor privilegiado de algumas linhas de montagem.

De facto, assiste-se desde o ano de 1991 a um evoluir constante de sua quota de exportação, cifrando-se regularmente num valor próximo dos 85% da facturação total.

Acompanhando a integração do país no Mercado Comum Europeu e adaptando-se gradualmente às Directivas Laborais de Segurança e Ambientais em vigor, tem investido parte significativa dos seus resultados no aumento das suas instalações fabris, 10 000m2 de área coberta em 1996, tendo concluído nos anos 2000 e 2002 dois novos pavilhões com uma área total de 2 000 m2, aumento este directamente relacionado com o aumento de produção de equipamentos de Fitness. A área actualmente coberta é de cerca de 12 000 m2.

A aquisição de equipamentos tecnologicamente avançados, nomeadamente os Robot de Soldadura, continuou a ser uma das prioridades nas decisões de investimento.

De modo a responder às exigências das Normas Europeias, no que se refere a emissões de gases pelos motociclos (em vigor desde 1998), a JAMARCOL tem sido interlocutor privilegiado de alguns fabricantes de motociclos e pioneira em Portugal no fabrico de escapes catalíticos.

Ao longo dos anos, e atendendo às exigências dos seus clientes, a empresa foi reunindo as condições necessárias para proceder à sua certificação pela NP EN ISO 9002:1995, o que veio a acontecer em Junho de 2000. 

Em 2003, a JAMARCOL dá início a um novo capítulo, com o arranque de projectos complexos, na área das PTW’s, que seriam incorporados em conceituadas linhas OEM europeias. Para tal, a modernização da secção da Soldadura Robotizada com tecnologia de ponta, evidencia a aposta e a capacidade de adaptação às tendências do mercado. 

O SGQ da JAMARCOL transitou para a NP EN ISO 9001:2000 em Agosto de 2003 após uma auditoria sem não conformidades maiores.

Em 2008 a JAMARCOL lança o primeiro Sistema de Escape concebido internamente o “SILENCIOSO SSS” e que obteve a homologação pela Directiva 97/24/CE.

Em 27 de Fevereiro de 2009 a Jamarcol obteve a Licença Ambiental emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente.

O SGQ da JAMARCOL transitou para a NP EN ISO 9001:2008 em Março de 2009 após uma auditoria sem não conformidades maiores.

Em 2010 a JAMARCOL iniciou a implementação de um Sistema de Gestão Ambiental integrado com o Sistema de Gestão da Qualidade.

Devido à quebra no mercado das PTW’s, em 2011 a JAMARCOL foi forçada a redefinir a sua estratégia, apostando na diversificação de mercados de produto e geográfico. Assim, para atingir estes objectivos, a Jamarcol investiu em equipamentos produtivos nomeadamente numa máquina de corte de tubo a alta velocidade, uma prensa hidráulica de 250 toneladas com desenrolador de chapa, máquinas de soldar TIG e uma célula robotizada Twin adaptada para soldadura TIG.

Para cumprir critérios na área de SHST foi efectuada uma ampliação do edifício administrativo.

Após algum tempo de consulta e avaliação em 2013 inicia-se o projeto de implementação de produção LEAN em vários setores da Jamarcol.

Em 2013 a tecnologia de corte de laser passou a ser uma realidade na produção da Jamarcol com a aquisição de uma máquina de corte de tubo LT FIBER.

Em 2015 inicia-se, após saída da empresa Autofer das suas instalações contiguas à Jamarcol, a instalação de uma nova linha de pintura recorrendo a tecnologia de ponta à data de instalação (cabines de mudança rápida de tinta, Reciprocadores, tratamento de superfície nanotecnológico de silanização, etc.).

Em 2016 foram adquiridos novos equipamentos:

- Corte laser combinado (chapa + tubo) para aumento da capacidade de corte de tubo e redução da dependência de corte laser chapa a fornecedores com ganhos nos prazos e nos custos;

- Serrote de corte de tubo em ângulo para aumento da capacidade produtiva.

Também em 2016, a JAMARCOL investiu em novas infraestruturas com a compra das instalações de uma empresa contígua à Jamarcol.

Com o objectivo de modernizar as infraestruturas da JAMARCOL, foi efectuada em 2017 uma renovação do piso, nova cobertura e iluminação LED nas instalações mais antigas da empresa.  

Na continuidade do projecto de renovação e modernização de equipamento produtivo, foi também em 2017 que a JAMARCOL investiu em novas máquinas de corte de chapa, corte de tubo, polimento e prensas.

Em 2018, dando continuidade ao plano de investimento em novos equipamentos, foi adquirida uma nova curvadora, uma nova quinadora e novas prensas para o sector da conformação de chapa. 

Com o objectivo de tornar a comunicação de dados internos mais eficiente, foi efectuada em 2018 uma reestruturação massiva de toda a infraestrutura informática, com inclusão de equipamento de tecnologia avançada em vários postos de trabalho.

O SGQ da JAMARCOL transitou para a NP EN ISO 9001:2015 em Março de 2018 após uma auditoria sem não conformidades maiores.

Já em 2019, foram efectuadas obras de requalificação de alguns sectores da empresa, com o objectivo de tornar as movimentações internas mais eficientes e também para dar mais condições aos colaboradores. 

Também para 2019 está previsto o investimento em novos equipamentos produtivos.

 

 

logos